Bolo Invertido de Laranja e Framboesa (Claudia Lima)


Fiz para participar de um Concurso na blogosfera.

Ingredientes:
Cobertura:
1/4 xícara de manteiga ou margarina (usei manteiga)
1/4 xícara de açúcar
1 1/2 xícara de framboesas frescas (usei congeladas)

Massa:
1 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
2 colheres chá de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 colher chá de essência de laranja
2 colheres sopa de óleo vegetal
1 ovo
1/2 xícara de suco de laranja
Chantilly a gosto (opcional)

Modo de Preparar:
1) Aqueçer o forno a 150ºC (350ºF). Numa forma redonda de 22,5cm ou numa quadrada de 20cm, para a cobertura, derreter a manteiga no fogo, salpicar o açúcar e por cima arranjar cuidadosamente as framboesas. Reservar.

2) Numa vasilha média misturar todos os ingredientes da massa. Colocar sobre as framboesas na forma.

3) Assar de 35 a 40 minutos ou até que fazendo o teste do palito, ele saia limpo. Ao retirar do forno, virar imediatamente a forma sobre um prato de serviço, deixando-a por alguns minutos sobre o bolo, para que toda a calda escorra. Depois remover a forma. Deixar o bolo esfriar por, pelo menos, 10 minutos. Servir com chantilly, se desejar. Guardar o bolo levemente coberto.

Nota:
O ideal seria consumir o bolo todo no dia que foi feito, pois no segundo dia já não fica tão fofinho quanto no primeiro. O paladar permanece inalterado.

Sobre o concurso:



Quando vi o anúncio sobre o desafio da Simone do Chocolatriafiquei empolgada para participar e comecei a pensar no que eu poderia fazer de interessante para participar.

Ela propõem que associemos um prato a uma música. Não é díficil, mas quebrei a cabeça por um bom tempo até concatenar todas as idéias. Depois que a gente realiza uma proposta, começam a aparecer mil idéias e não dá mais vontade de parar! Este meu senso criador quer sempre mais e mais...


Eu comecei pela música. Escolhi Luiza do Antônio Carlos Jobim, porque simplesmente adoro esta música! Eu nunca fui fã dele, mas reconheço que foi um grande artista. Eu nem sequer possuo um CD dele. Mas nos dias de hoje, com o maravilhoso You Tube a nossa disposição, tudo fica bem mais fácil.

Eu morria de preguiça de visitar o You Tube, mas graças a Simone e a esta proposta, virei fã. Recomendo a todos fazerem uma visitinha, pois realmente vale a pena. Vamos a música! Quem não quiser ouvir, pode ler a letra logo abaixo, mas eu faria as duas coisas!


Luiza
Composição: Antônio Carlos Jobim



Rua,
Espada nua
Boia no céu imensa e amarela
Tão redonda a lua
Como flutua
Vem navegando o azul do firmamento
E no silêncio lento
Um trovador, cheio de estrelas
Escuta agora a canção que eu fiz
Pra te esquecer Luiza
Eu sou apenas um pobre amador
Apaixonado
Um aprendiz do teu amor
Acorda amor
Que eu sei que embaixo desta neve mora um coração

Vem cá, Luiza
Me dá tua mão
O teu desejo é sempre o meu desejo
Vem, me exorciza
Dá-me tua boca
E a rosa louca
Vem me dar um beijo
E um raio de sol
Nos teus cabelos
Como um brilhante que partindo a luz
Explode em sete cores
Revelando então os sete mil amores
Que eu guardei somente pra te dar Luiza
Luiza
Luiza


Bem, resta explicar de onde tirei a idéia para o bolo, certo? A música, mesmo falando de um amor que, aparentemente, não funcionou, me remete a algo doce. Se já não é mais, pelo menos, um dia foi... I hope so...

Quando ele diz: "...Boia no céu imensa e amarela/ Tão redonda a lua..." logo imaginei um bolo gostoso e fofo amarelo, é claro.

E quando diz: "...Dá-me tua boca/ E a rosa louca/ Vem me dar um beijo..." pensei em algo vermelho, úmido e brilhante cobrindo este mesmo bolo. Hummm...

Dai decidi fazer este Bolo Invertido de Laranja com Framboesas, que pensei ser um casamento perfeito. Me basiei numa receita da Betty Crocker, onde o bolo original nem era de laranja, era só um bolo comum. Já a cobertura era com framboesas também. Deveriam ser frescas, mas usei congeladas, o que deve ter comprometido o paladar. Artigos congelados não são o ideal para o meu gosto, embora, as vezes, lance mão de alguns.

O visual fica muito bonito e convidativo. Quanto ao paladar, o bolo ficou muito gostoso, mas a cobertura já nem tanto. Eu me decepcionei um pouco, pois esperava mais. Eu já imaginava, lá no fundinho, que não seria aquele gostinho de fantasia de balas de framboesas, mas que, pelo menos, ficaria mais gostosinho um pouco.

Bem, não fiquei louca pela coberetura. Vivendo, experimentando e aprendendo... O bolo vou repetir muitas vezes, mas com outra fruta. Mas não se enganem, nós, os super gulosos de plantão, comemos tudo! O ideal é servir com um pouco de chantilly por cima para realçar a cobertura.



Ingredientes:

Cobertura:

1/4 xícara de manteiga ou margarina (usei manteiga)
1/4 xícara de açúcar
1 1/2 xícara de framboesas frescas (usei congeladas)

Massa:

1 1/2 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
2 colheres chá de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 colher chá de essência de laranja
2 colheres sopa de óleo vegetal
1 ovo
1/2 xícara de suco de laranja
Chantilly a gosto (opcional)



Modo de Preparar:

1) Aqueçer o forno a 150ºC (350ºF). Numa forma redonda de 22,5cm ou numa quadrada de 20cm, para a cobertura, derreter a manteiga no fogo, salpicar o açúcar e por cima arranjar cuidadosamente as framboesas. Reservar.

2) Numa vasilha média misturar todos os ingredientes da massa. Colocar sobre as framboesas na forma.

3) Assar de 35 a 40 minutos ou até que fazendo o teste do palito, ele saia limpo. Ao retirar do forno, virar imediatamente a forma sobre um prato de serviço, deixando-a por alguns minutos sobre o bolo, para que toda a calda escorra. Depois remover a forma. Deixar o bolo esfriar por, pelo menos, 10 minutos. Servir com chantilly, se desejar. Guardar o bolo levemente coberto.


Nota:
O ideal seria consumir o bolo todo no dia que foi feito, pois no segundo dia já não fica tão fofinho quanto no primeiro. O paladar permanece inalterado.


Que brincadeira legal e criativa! Convido a todos para participarem também!

0 -->CLIQUE AQUI PARA DEIXAR MENSAGEM<--:

Postar um comentário

Preencha seu comentário:

Postagens populares

Postagens populares

 
Top